Google+ Followers

segunda-feira, 4 de Novembro de 2013

Andam Cenas pelo ar

Aquele aparelho malvado que durante a semana inferniza a minha vida começa com o seu cantar infernal, até que eu cedo á pressão e lentamente levanto as pálpebras no perigo eminente de ferir a vista com a luz do sol que entra clandestinamente através das janelas e obrigo as minhas mãos dormentes a procurarem o botão que vai acabar com a escandaleira matinal e desligar o raio do despertador só para me poder deparar com este belo panorama:

Facto #1 > É 2ª feira… 
Aquele dia que todos adoramos.

Facto #2 > Não tenho café em casa 
Sinônimo de pelo menos 4o min de sofrimento entre casa e o trabalho

Facto #3 > Andam Cenas pelo ar… 
Tudo começa com uma pequena comichão no nariz que gradualmente dá lugar à desidratação dos meus olhos, até que o movimento natural de pestanejar se transforma num arrastar de bagos de areia capazes de os dilacerar.
Depois chegam os espirros timidamente mas que com o tempo começam a ganhar terreno até serem capazes de na sua cadencia comporem uma melodia. 
E sem mais nem menos, PUMBA, chega o pior inimigo da concentração… o Sr. Ranho!!!
Com a habilidade de  transforma um simples nariz nas cataratas do Niágara, capaz de gastar 1 rolo de papel higiénico por hora (sim, porque os pacotinhos de lenços não são capazes de suprimir as necessidades de tamanha torrente mucosa). 

Isto de se ter alergias ao ''não sei bem o que'' é espetacular… Viva, Viva a mais um belo inicio de semana.

quinta-feira, 5 de Setembro de 2013

Quanto tempo demora 1 minuto?

Odeio pessoas que não cumprem horários...

As pessoas deviam ter incorporado no sistema nervoso central um detector de atrasos, capaz de registar os seus compromisso, lançar alertas e lembretes como se de uma agenda electrónica se tratasse, mas com extra muito especial:
- Por cada atraso de 5 min eram feitas descargas eléctricas capazes de produzir dores insuportáveis no indivíduos e ao final de 30 minutos joga-lo ao chão proporcionando-lhe 10 minutos de convulsões, vómitos e diarreia incontrolaveis! 

Pior do que se atrasarem é encarar o atraso como algo normal.



sexta-feira, 30 de Agosto de 2013

E depois de ''Os Reinos do Caos"...

O meu Reino ficou um caos!

Ao fim de cerca de 3 anos cheguei ao final do último livro de "As crónicas de Gelo e Fogo'' (coleção corriqueiramente conhecida por "Guerra dos Trono"), e de repente fiquei sem o meu melhor amigo do autocarro, aquele que me relatava acontecimentos de um mundo distante onde as tramas e dramas dos personagens eram tão inebriantes que o tempo da viagem resumia-se a ''nada''.

Fiquei sem conseguir receber noticias do Jonh Snow, da Arya Stark ou do ''grande'' Tyrion Lannister, pois ao que parece os corvos não sabem as coordenadas da minha casa para me levarem novidades de Westeros, assim resta-me esperar tempos infinitos até que esse grande senhor que dá pelo nome de George R. R. Martin lance mais uns quantos capítulos da saga.

Enquanto isso não acontece tentei pegar em vários livros, mas parecia que nada iria conseguir substituir o grande vazio de duvidas e incertezas por ele deixadas, até que ontem descobri por acaso perdido na minha estante um livro que dá pelo nome ''Os Objectos Chamam-nos".


Não tem nada a ver com reinos, dragões, duelos ou magia (coisas sobre as quais normalmente gosto de ler) mas é um livro que me faz rir! São pequenas histórias de poucas paginas cada uma que misturam fantasia e a realidade como as crianças normalmente fazem.

Assim enquanto espero pelo regresso do meu melhor amigo de viagens tenho um novo companheiro, mais novo, mais ingênuo, mais previsível mas que na realidade as suas teorias podiam perfeitamente ter saído da minha cabeça e do meu universo paralelo, as suas pequenas aventuras são coisas que ''não lembram nem ao Menino Jesus".

domingo, 27 de Janeiro de 2013

Reciclar comida

Domingo é aquele dia que apela à preguiça e à firme vontade de fazer NADA!

Mas como eu na realidade gosto de fazer NADA ao Domingo e POUCO durante a semana costumo aproveitar este dia para armar-me em Mestre da Culinária e preparar refeições para a semana inteira.

Pois bem, hoje estava inspirada e em vez de utilizar ingredientes fresco e cheios de vida, acabadinhos de chegar de um qualquer supermercado, decidi reaproveitar coisas que estavam à ''beira da morte'' nas prateleiras do frigorífico.

Matérias primas que tinha disponivies:
- 3 Salsichas de ''HOT DOG'' (daquelas grandes e que vem num jarro de vidro);
- 4 fatias de pão duro (praí com 4/5 dias)
- 1/2 embalagem de cogumelos que outrora foram frescos;
- 1 alho francês murcho;
- 1 cenoura mirrada;
- 3 ovos que já podiam ser pintos, se em vez de estarem no frigorífico estivessem debaixo de uma galinha.
-1/2 embalagem de queijo ralado quase, quase fora de validade

E com esta matéria prima muito duvidosa acabei por fazer isto que batizei como ''PREPARADO DE FENIX'', já que isto renasceu das cinzas do que um dia foram ingredientes bons.



Fazer isto foi tão fácil como:
1º pegar no pão duro, regar com um fio de azeite, polvilhar com oregãos, torrar as fatias numa chapa e reservar;

De seguida preparar um refogado com o alho frances, 1 dente de alho e saltear as salsichas (cortadas ás rodelas), a cenoura, os cogumelos e juntar um pouco de Vinho do Porto;

Numa ''cena'' de ir ao forno, colocar o pão torrado, verter o preparado em cima, espalhar o queijo ralado, juntar os ovos inteiros, polvinhar com sal e oregãos e levar ao forno para o queijo derreter e os ovos cozinharem.

Se um dia tiverem este tipo de ingrediente em ''fase terminal vida'' em vez de os mandarem o cemitério espetem com eles num tacho :D




sexta-feira, 25 de Janeiro de 2013

Teoria da conspiração

Cá para mim que quem faz a gestão de campanhas de publicidade dentro das estações do metro são pequenos génios com um sentido de humor bastante peculiar. O que eu vi hoje não pode ser fruto do acaso dado o sentido de oportunidade!

Estava no meu mundo próprio, aborrecida e a ouvir musica enquanto esperava pelo metro quando me lembrei de olhar para os Mupis da estação (para quem não sabe, são os suportes onde os cartazes são colocados) para ver o que é que o universo anda a anunciar aos mortais, e qual não é o meu espanto  quando me deparo com esta situação:

Lado a lado 2 cartazes: 
Holmes Places vs Burguer King




Então no 1º cartaz vemos uma jovem,  pouco vestida e a exibir orgulhosamente as formas do seu corpinho como que, diz: se quer ter este aspecto frequente o Holmes Place e gaste apenas €59,90 p/mês.

No 2º cartaz, os nossos olhos são presentiados com comida com tão bom aspecto que apesar de ser fast food até parece saudável, e que nos diz: pode "matar" a fome apenas com €1.

Portanto, numa altura de crise (segundo os especialistas em geral e todas as pessoas que me rodeiam em particular), em que não há dinheiro para extravagancias, e que nos devemos restringir ao essencial o mundo coloca-nos este dificil dilema: Gasta apenas €60, controla a tua alimentação e perde horas das tuas semanas enfiada dentro de ginasios cheios de pessoas transpiradas, sebosas e em sofrimento ou passa ali num balcão de comida rápida, poupa tempo na cozinha e alimenta-te já que não podes viver sem comer por apenas €1.

Hum....... Não sei bem o que fazer.

Este foi aquele que me pareceu mais hilariante, mas tambem gostei muito de ver ZON e MEO lado a lado, "2 Rivais 1campo de Visão" quase que podia ser um titulo de uma novela da TVI, ou ainda publicidade do Cinema confrontada com a dos DVD's.



Teoria da conspiração: Cá para mim Isto é alguem a fazer estudos com a mente das pessoas.

segunda-feira, 21 de Janeiro de 2013

No transito o mais feio ganha!!!

Era ''pouco cedo'' quando acordei, tipo 9h20 (que é como quem diz, mais uma vez estava ligeiramente atrasada), mas hoje vou dar um desconto a mim própria porque é 2ª feira.

Ao que parece durante este fim de semana os Deuses decidiram mostrar a Portugal que quem manda são eles, e não aquelas Pessoinhas do Governo, que com tanta crise e falta de dinheiro começaram a ter protagonismo a mais e os verdadeiros senhores de Todo o Universo decidiram fazer uma pequena intervenção e apresentar a sua Ira pela falta de atenção.
Intervenção essa que resultou numa destruição ''material'' e ''territorial'' com alguma gravidade, basta ligar a TV em qualquer programa de noticias para termos uma visão geral do Poder dos Deuses sobre a Natureza e a devastação causada. 

Pois no meio dessa catástrofe todo os semáforos ao pé da minha casa formam ''para azeite'' (em português corrente: desapareceram). E o que é que acontece numa 2ª feira de manhã quando todos querem ir trabalhar ao volante dos seus carrinhos (grande parte das pessoas por pura mordomia, e no meu caso por estar atrasada e se opta-se pelo Bus o resultado não ía ser nada bom!)?

MAIS CONFUSÃO NO JÁ CAÓTICO TRANSITO DIÁRIO!!!

Imaginem o que acontece num cruzamento onde os semáforos deixam de funcionar e o civismo na condução  não existe... É cada um por si! Cedências e facilíssimo não existem! 
E nisto tudo que é que se safa?
Quem se mete à Cão com se não houvesse amanhã e com cara de mau para mostrar aos outros condutores que é uma pessoa perigosa e sem medo.
Pois é, ao que parece eu e o meu carro impomos muito respeito no transito caótico:
De manhã, sou assim tipo bicho, mal encarada, com ar de que todos me deve e ninguém me paga, e se a isso juntarmos o ''estado físico'' do meu carro, com ''algumas'' amolgadelas, o para choques preso com arames, um ''penteado à Punk'' entre outros aspectos que o transformam quase num tanque de guerra ou num jeep de assalto, somos o par perfeito para vencer o transito sem qualquer chatice.

E foi assim que hoje enquanto todos lutavam para atravessar um cruzamento infernal sem semáforos eu e o meu Mega Carro, atravessamos a rua sem que nenhum outro condutor se atrevesse a fazer-nos frente.

Atenção: Eu não sou, nem tenho uma condução agressiva, apenas má cara matinal e um carro de guerra!

sábado, 24 de Novembro de 2012

Afinal quando é que é Natal?

Bom dia e bom fim de semana!
A coisa que eu mais gosto de fazer é acordar quando já não consigo dormir mais e arrastar-me até ao sofá onde fico a babar-me em estado vegetativo enquanto vejo na TV coisas que não interessam nem ao Menino Jesus (quando essa programação começa a causar-me náuseas significa que estou pronta para enfrentar o mundo).

Portanto... estava eu nesses estado ainda há alguns momentos atrás, quando começo a ouvir uma "melodias" que recordava mas não sabia bem porquê. Depois de algum esforço (mas não muito, afinal ainda estou meia a dormir) descobri que estão a passar na TV os anúncios de brinquedos de Natal.
Mas qual não é o meu espanto quando me apercebo que este anuncio têm pelo menos 18 anos...
Sim, porque o anuncio em questão que me chamou a atenção foi o de uma boneca de nome "Carlota Cambalhota" que há 18 anos eu achava muita piada porque tinha acabado de entrar no meu universo uma nova criatura de nome Carlota, a minha prima. Que por sinal era mesmo diminuta por essa altura e eu sempre achei que ela podia dar aquelas voltas e reviravoltas (atenção que nunca maltratarei a criança como se fosse uma boneca).

E de repente fez-se luz... O Natal é uma seca (odeio o Natal para quem sabe), mas nunca percebi bem porque. ATÉ HOJE!!!

O Natal é uma seca, uma coisa que nao evolui nos últimos 20 anos, pensem comigo só um bocadinho: Como é que sabemos que é Natal?

Quando:

- O "Sozinho em Casa" aparece na TV (se pensarmos que a criatura loura e angelical que aparece na TV de goelas abertas quando usa o after shave do pai é agora um aldulto junkie, conseguimos perceber o buraco temporal ao qual esta época nos transporta). Por falar em filme não nos podemos esquecer do intemporal ET e mais recentemente em toda a Saga do Harry Potter (sendo que as 3 magnificas crianças destes filmes também já são adultos emancipados...);

- O Natal dos Hospitais marca presença num dia inteiro de música portuguesa (ainda me lembro quando via aquilo tudo á espera dos Onda Choc, praí á 20 anos atras. Sim já fui um bocado "croma");

- O Ambrósio e todos os outros personagens super contemporâneos (de há 50 anos) dos chocolates dão inicio aos seus apelos à obesidade.

- E os anúncios de brinquedos?!
Esses devem ter como objectivo não apelar ao desejo desenfreado das crianças de ter um boneco daqueles, mas sim fazer com que os pais que há 20 e 30 anos eram crianças presentearem os seus filhos com os bonecos da sua infância (só pode ser isso... Esta é a única explicação capaz de justificar o porquê de a Carlota Cambalhota ainda não ser uma atleta de alta competição medalhada nos jogos olímpicos e continuar a ser um bebe enfezado que se dobra e.... pumba, deu uma volta!)

Portanto.... Parece que é Natal, a Carlota já anda a dar cambalhotas por essa televisão fora.